Nesta sexta-feira, 18, o Governo de Sergipe, através da Controladoria Geral do Estado esteve presente no seminário “De Olho na Transparência”, onde juntamente com prefeitos, gestores estaduais e sociedade civil, discutiu sobre ferramentas que vem sendo desenvolvidas com o objetivo de publicar todas as informações inerentes às esferas municipal, estadual e federal, para que o cidadão possa conhecer a realidade do seu Município, do seu Estado e até mesmo do país possibilitando assim a tomada de decisões enquanto agente social. Durante o evento foi lançada a campanha “De Olho na Transparência” e foi assinado o termo de adesão dos integrantes do Focco-SE.

De acordo com o secretário-chefe da CGE, Adinelson Alves, o princípio da administração pública é a publicidade e, por isso, deve ser exposto ao público o máximo de informações que tornam o cidadão e o governo ainda mais próximos. “A CGE participa deste seminário trazendo um recado do Governo de Sergipe aos gestores e a sociedade para que as informações, não apenas do Estado, sejam publicadas na internet a fim de que os cidadãos tenham acesso a essas informações 24 horas por dia. Nós somos um Brasil que se constitui Estado Democrático de Direito à Cidadania, e neste evento realizado pelo Fórum Permanente de Combate à Corrupção, o Focco-SE, do qual a CGE é parte integrante, trazemos uma nova leitura da corrupção. Não basta dizer que é contra ou a favor da corrupção, é preciso conscientizar a sociedade da eficiência dos serviços públicos”, pontuou.

A transparência evita que atos lesivos sejam cometidos pelos gestores municipais, ela antecede a prática de atos de corrupção, de improbidade administrativa. Segundo o procurador-geral de Justiça de Sergipe, José Rony Almeida, quando o Governo é transparente publica os seus atos e diz o que está fazendo, e todos têm condições de fiscalizar, tanto os órgãos de controle quanto a sociedade. “É fundamental que todos os entes públicos sejam transparentes. Quem lida com o dinheiro público tem que ser transparente, essa é a meta. Foi por esse motivo que o MPE idealizou este seminário, através da Escola Superior, em parceria com diversas instituições membros do Focco-SE, no sentido de conscientizar as pessoas que lidam com o patrimônio público a serem transparente, e a população é o maior beneficiário de tudo isso”, explicou.

Já o chefe da Controladoria-Geral da União em Sergipe (CGU), Antonio Ed Souza, lembrou em sua fala que a Lei de Acesso a Informação (LAI) foi gerida no âmbito da CGU, e que há um grande esforço para a ampliação da transparência na administração pública em nível nacional, e nos Estados, através de medidas que norteiam a atuação dos órgãos de controle na defesa da sociedade, da melhor gestão dos recursos públicos.

O Seminário “De Olho na Transparência”, que foi realizado pelo Fórum Permanente de Combate à Corrupção em Sergipe (Focco-SE), aconteceu no auditório do MPE/SE, e foi organizado pela Escola Superior do Ministério Público. Participaram do evento, além da sociedade civil, gestores de entidades como Tribunal de Contas do Estado de Sergipe e da União, Procuradoria Geral do Estado de Sergipe, Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe, entre outros.

Transparência Ativa é tema de palestra da CGE/SE em seminário